23/09/2013

Desenhos com gente dentro

O dia de ontem foi muito rico em experiências. A de desenhar em grupo, que já conhecíamos de outros encontros, mas que traz sempre algo de novo, e desta vez também as pessoas que connosco se cruzaram, e que deram corpo aos traços e cores que deixámos no papel. Foi assim em Alfama.
Quando nos sentamos no chão da calçada, e abrimos os cadernos para desenhar, sentimos que desta vez eram os outros que nos observavam, pelas suas janelas com cortinas coloridas, ou de pés descalços na soleira das portas. As imagens não precisam de palavras.
(Créditos Fotográficos: Sérgio Paciência)

Yesterday was a very rich day in experiences. Drawing in a group, we already knew from other journeys, but always brings something new, and this time also the people who have crossed with us, and gave body to the lines and colors on our sketchbooks. Was how it happen in Alfama.
When we sat down the Lisbon typical stone paving, and opened the sketchbook to draw, we feel that this time were others who watched us, by their windows with colorful curtains, or barefoot on the doorsteps. The pictures do not need words.





4 comentários: