21/05/2015

Tronco nu

Acontece-me às vezes querer desenhar e não ter o quê. Alturas em que me apetecia estar na rua, num lugar especial, desenhável e que me contasse uma estória. Quando isso não acontece, e me dá mesmo vontade de desenhar, invento assuntos, encaixo as pessoas e escolho a perspectiva, ensaio as deformações, tudo como se estivesse na rua a fazer um desenho a sério. Coloco até apontamentos, para que não me esqueça deles daí a nada, coisa que em minha casa não acontece, seguramente. Agora que olho para o desenho, e mesmo sabendo que o deformei propositadamente, vejo-me de troco nu, e uma barriga espalmada a precisar de umas corridas, por certo...

It happens to me sometimes, that I want to draw and not having what. Times when I felt like being on the street, in a special place, drawable and telling me a story. When this happens, and gives me that desire to draw, I invent themes, I fit the people and choose the perspectivet, testing deformations, all as if I was on the street making a genuine drawing. I put also some notes to not forget details, in my house does not happen, surely. Now, when I look at the drawing, and even knowing that it was deformed on purpose, I find myself with a naked chest, and a flattened belly that needs to have some jogging, of course ...



18/05/2015

República 89

O meu desenho para a exposição "Lisboa entre séculos".
My drawing for the "Lisbon between centuries" exhibition.


16/05/2015

FAMILY TIME # 40

Uma imagem que vale por mil palavras...
One image that speaks for one thousand words...