08/04/2018

Sketch Tour Portugal - Tomar

Dias 3 e 4

Se tivesse de escolher um dia favorito de todos os que passámos a desenhar no centro de Portugal, seria o quarto, em Tomar. Tínhamos chegado no final de tarde do dia anterior, já com a presença do Pedro, que iria fazer a reportagem video para o Turismo de Portugal, fizemos um desenho na Praça da República, eu sentado no chão, a Inma num banco de jardim. Descemos depois a rua, em direcção ao rio, entrámos no café Paraíso para beber um chá quente. Tinha um ambiente retro, mobiliário cromado e mesas de tampos em mármore cinzento. Um pé direito altíssimo, com colunas gigantes de pedra meio dourada semeadas pela sala, e uma música de encher a alma. Esse lugar seria um dos mais encantadores que haveríamos de encontrar na cidade, onde a Inma fez um desenho incrível. 

Nesse dia quatro fomos cedo para o Convento de Cristo. Existem poucos sítios que me dêem tanto prazer desenhar como mosteiros e conventos. Gosto de sentir aquela história, de percorrer sozinho corredores e claustros em lajedo de pedra, de ouvir o eco, de olhar os detalhes, de tocar na pedra, sentir-lhe a textura e o peso dos séculos. Quando olho para os desenhos revejo esse deslumbramento, e um tempo que nesse dia teimou em passar devagar.

Days 3 and  4

If I had to choose a favorite day from all days we had drawing in the center of Portugal, it would be the 4th, in Tomar. We arrived at the end of the day of the day before, also with Pedro, who would make the video report for Turismo de Portugal. We made a drawing in the Republic Square, me seated on the floor, Inma on a bench. We then cross the street, towards the river, we found cafe Paraíso where we drink a hot tea. That place had a retro environment, chrome furniture and tables in gray marble tops. A very tall floor to ceiling hight, with giant columns of golden stone, and a soul-filling song. This place would be one of the most charming that we would find in the city, where Inma made an incredible drawing.

On this 4th day we went early to the Convent of Christ. There are few places that give me as much pleasure to draw as monasteries and convents. I like to feel the history, to go through corridors and cloisters in stone, to hear the echo, to look at the details, to touch the stone, to feel the texture and weight of the centuries. When I look at the drawings, I see this wonderment, and a time that slowly persisted in that day.


Desenho Inma Serrano - Café Paraíso

 Claustro do Cemitério - Convento de Cristo

 Janela do Capítulo - Convento de Cristo

Claustro da Hospederia - Convento de Cristo

1 comentário: